De A a Z para a Música na Educação

De A a Z para a Música na Educação... por Liliana Eira

Liliana Eira

Liliana Eira é professora do 1º ciclo, formada pela Escola Superior de Educação de Viana do Castelo. Trabalhou em Timor-Leste entre 2001 e 2014, primeiro no Projeto de Reintrodução da Língua Portuguesa e, mais tarde, na Escola Portuguesa de Díli.

Nesta última instituição foi responsável pela dinamização da biblioteca escolar e pela coordenação de projetos da escola. Para além da docência, colaborou em vários projetos no âmbito do desenvolvimento da língua portuguesa daquele país, principalmente na área das bibliotecas escolares, assumindo o papel de responsável pela implementação do Projeto Ler+ em Timor-Leste.

Desde que regressou a Portugal, tem desenvolvido parcerias com escolas europeias através da plataforma etwinning e do programa Erasmus+.

Clique no seguinte link para ler este A a Z:

A

de arte, essencial para o desenvolvimento integral da criança e da sua relação com o mundo que a rodeia.

B

de benefício, aquilo que a música traz enquanto forma de expressão livre, espontânea, lúdica.

C

de cooperação conceito essencial na educação, muitas vezes esquecido em detrimento do trabalho fechado e isolado da sala de aula. É uma espécie de formação informal e com sentido.

D

de desenvolvimento de projetos musicais, dentro e fora da sala de aula, que explorem a diversidade e a riqueza culturais das localidades, do país, do mundo.

E

de escutar vários tipos de sonoridades, de diversas partes do mundo, de diferentes estilos e tempos e com isso aguçar o apetite dos mais novos para conhecer o que está para além do seu quotidiano.

F

de formação, essencial para despertar nos professores a vontade e o à-vontade para desenvolver projetos musicais com os seus alunos, de ver a música como um par das outras disciplinas, que se trabalha no dia a dia.

G

de germinar, de ver crescer nos alunos o gosto por ouvir, cantar, dançar músicas de várias proveniências.

H

de histórias contadas/cantadas nas cantigas tradicionais que fazem as vezes dos avós contadores de histórias que vão sendo escassos nestes tempos. As histórias do nosso modo de vida, do nosso modo de sermos portugueses.

I

de imaginação e de como pode ser conduzida para explorar sonoridades variadas ou para construir músicas novas.

J

de janela para o mundo, que é o que é a música, em toda a sua diversidade, pode proporcionar aos mais novos.

K

de know-how. Faz falta um conhecimento mais aprofundado em termos de técnicas e de estratégias de exploração musical para que os professores se sintam seguros no desenvolvimento do seu trabalho.

L

de liberdade, palavra que tão bem casa com música!

M

de movimento, de exploração e perceção corporal, essenciais para o desenvolvimento completo da criança. Com música é ainda melhor!

N

de número(diminuto) de horas do tempo letivo dedicadas à música e a outras expressões.

O

de Orelhudo, o serviço educativo online e gratuito da Casa da Música onde se pode ouvir, diariamente, uma seleção eclética de obras musicais. http://orelhudo.casadamusica.com

P

de parceria, palavra importante na educação, na construção de novos saberes, no desenvolvimento de projetos que transcendem as fronteiras da escola.

Q

de qualidadeaquilo que devemos dar a ouvir aos nossos alunos. Diversidade, muita e qualidade, sempre.

R

de ritmo, esse formigueiro agradável que passa pelo nosso corpo quando ouvimos uma música.

S

de semente. Expor as crianças a diferentes experiências musicais irá certamente fazer delas pessoas mais curiosas, mais tolerantes, mais cidadãos do mundo.

T

de trabalho dedicado, essencial para levar a bom porto projetos e ideias que querem fazer das nossas crianças cidadãos ativos, capazes e tolerantes.

U

de utilidade, essa palavra que parece tão importante nos dias que correm. Que utilidade tem a música? Então a matemática não é mais importante? E o português? É urgente mudar mentalidades, fazer-se entender que uma criança deve crescer num todo e que é essencial explorar e acalentar os diversos tipos de inteligência.

V

de vontade, bem necessária para contrariar programas extensos, pressões externas e críticas veladas por se “perder tempo com a música e com as expressões”.

W

de workshop do Cantar Mais, essa ferramenta essencial na formação de professores e no incentivo ao uso da música no quotidiano da escola.

X

de xizambi, de xitembe e de xun, palavras estranhas para instrumentos musicais de outras paragens e que tanta curiosidade despertam nos mais pequenos...

Y

de youtube audio library, um ótimo recurso para projetos musicais, teatrais ou multimédia. https://www.youtube.com/audiolibrary/music

Z

de zoom, o que espero que a tutela faça em relação às escolas do 1º ciclo, para que se perceba o (tanto) que nos falta para que o Perfil do Aluno se comece a talhar desde os primeiros anos.

A APEM

A Associação Portuguesa de Educação Musical, APEM, é uma associação de caráter cultural e profissional, sem fins lucrativos e com estatuto de utilidade pública, que tem por objetivo o desenvolvimento e aperfeiçoamento da educação musical, quer como parte integrante da formação humana e da vida social, quer como uma componente essencial na formação musical especializada.

Cantar Mais

Cantar Mais – Mundos com voz é um projeto da Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM) que assenta na disponibilização de um repertório diversificado de canções (tradicionais portuguesas, de música antiga, de países de língua oficial portuguesa, de autor, do mundo, fado, cante e teatro musical/ciclo de canções) com arranjos e orquestrações originais apoiadas por recursos pedagógicos multimédia e tutoriais de formação.

Saiba mais em:
http://www.cantarmais.pt/pt

Newsletter da APEM

Caros sócios, A APEMNewsletter de março acaba de ser publicada e encontra-se disponível para visualização no site da APEM.
Clique na imagem em cima para ter acesso à mesma.

Apoios:

 República Portuguesa
Fundação Calouste Gulbenkian

Contactos:

apem associação portuguesa de educação musical

Praça António Baião 5B Loja
1500 – 712 Benfica - Lisboa

  21 778 06 29

  932 142 122

 Envie-nos um email


©  Associação Portuguesa de Educação Musical

©  Associação Portuguesa de Educação Musical