A crescente demanda de professores de instrumento dentro do ensino artístico especializado bem como o alargamento das ações de formação da APEM para este domínio justificam a organização deste curso. Essencialmente, pretende-se dar resposta à necessidade de formação contínua especializada dos docentes da área dos instrumentos de cordas friccionadas e criar uma espaço de reflexão, partilha e análise teórica e prática das várias situações específicas inerentes a este ensino e aprendizagem.

Estratégias para o ensino dos instrumentos de cordas

Estratégias para o ensino dos instrumentos de cordas

ESGOTADO

Ação de formação Creditada

25h | Registo:CCPFC/ACC-113624/22

por

Clarissa Foletto

Destinatários:

Professores dos Grupos M06, M23, M24 e M25

Datas:

16 de janeiro a 27 de fevereiro de 2022

Valor da Inscrição:

Sócios da APEM com as quotas regularizadas1 - 50 €

Não Sócios2 - 100€

1Os sócios com as quotas em dia para beneficiarem do desconto de sócio têm que fazer o login no site da APEM.
2Torne-se sócio e poupe de imediato ao inscrever-se nesta formação. Clique aqui para saber mais.
Número máximo de participantes: 15
Modalidade:

A formação decorre maioritariamente em sessões assíncronas, de modo a que os formandos possam gerir o tempo na realização das atividades propostas, devendo apenas respeitar as datas limite. As datas das sessões síncronas serão divulgadas em breve.

Sessões síncronas em horário a combinar em função da disponibilidade da maioria dos formandos, nos seguintes dias:
  • 4 de maio
  • 11 de maio
  • 18 de maio
  • 25 de maio
  • 1 de junho
  • 8 de junho
Requisitos mínimos
  • Computador com um mínimo de 2 GB RAM/2 GHz no sistema operativo MAC OS X 10.7 ou posterior, Windows 7 ou posterior ou a última versão GNU/LINUX;
  • Auscultadores, câmara e microfone;
  • Ligação à internet.

Sinopse:

A crescente demanda de professores de instrumento dentro do ensino artístico especializado bem como o alargamento das ações de formação da APEM para este domínio justificam a organização deste curso. Essencialmente, pretende-se dar resposta à necessidade de formação contínua especializada dos docentes da área dos instrumentos de cordas friccionadas e criar uma espaço de reflexão, partilha e análise teórica e prática das várias situações específicas inerentes a este ensino e aprendizagem.

Objetivos a atingir:

  • Adquirir parâmetros de reflexão crítica sobre a didática dos instrumentos de cordas a partir da análise de práticas e modelos existentes;
  • Repensar o ensino dos instrumentos de cordas e a sua relação com outros domínios do ensino e aprendizagem;
  • Compreender e potenciar o desenvolvimento da natureza holística do processo de aprender e ensinar um instrumento de corda friccionada;
  • Identificar respostas diversificadas para diferentes problemas de ensino aplicando metodologias, técnicas, ferramentas e recursos de ensino em estudo;
  • Refletir sobre o seu percurso de aprendizagem e profissional e encontrar respostas pessoais para a sua atuação com base nos conteúdos abordados;
  • Desenvolver competências de pesquisa e de recolha de informação tendo em vista a sua posterior aplicação prática no contexto curricular do Ensino Vocacional.

Conteúdos:

Módulo 1: Aprender e ensinar: problemáticas, modelos e conceitos.

  • Unidade 1 - Paradigma do ensino instrumental: Modelos e abordagens de ensino
  • Unidade 2 - Planear ou improvisar? O que ensinar
  • Unidade 3 - Compreender a estrutura da aula - Quando ensinar o quê?

Módulo 2: Práticas em contexto do ensino das cordas

  • Unidade 4 - Principais dificuldades e como abordar cada elemento
  • Unidade 5 - Professor como comunicador: a Interação professor e aluno
  • Unidade 6 - Estratégias e ferramentas para a otimização do ensino das cordas nas aulas individuas e em grupo

Metodologias de realização da ação:

A presente ação é realizada em regime de ensino e aprendizagem à distância, baseada em sessões síncronas e assíncronas.

As sessões síncronas privilegiarão uma aprendizagem ativa e cooperativa com base em estratégias baseadas na resolução de problemas e em articulação com momentos expositivos dos conteúdos propostos.

As sessões assíncronas incluirão (i) observação, análise, pesquisa e discussão de temáticas e problemas com base nos conteúdos propostos e em textos de apoio fornecidos, bem como de experiências educativas concretas; (ii) a realização de exemplos demonstrativos e a simulação de situações educativas concretas para a demonstração de competências em ação (por vídeo), sempre que pertinente e/ou oportuno; (iii) a realização de tarefas específicas para construção e consolidação de conhecimentos.

A formação será distribuída através do LMS Moodle do Centro de Formação da APEM de acordo com o modelo pedagógico de ensino a distância da APEM.

Regime de avaliação dos formandos:

  • Participação nas atividades e realização das tarefas propostas;
  • Reflexão crítica.
Na avaliação dos/as formandos/as será dado cumprimento às determinações legais, nomeadamente os nºs 1 a 4 e 7 a 9 do artigo 4º do Despacho nº 4595/2015 do Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar, publicado no Diário da República, 2ª Série, Nº 87, de 6 de maio, e ao Regulamento para acreditação e creditação de ações de formação contínua, de 9 de maio de 2016, do CCPFC.

A avaliação é formalizada numa escala de 1 a 10 com a menção qualitativa de:

  • 1 a 4,9 valores – Insuficiente
  • 5 a 6,4 valores – Regular
  • 6,5 a 7,9 valores – Bom
  • 8 a 8,9 valores – Muito Bom
  • 9 a 10 valores – Excelente

Bibliografia fundamental

  • Burwell, K. (2012). Studio-Based Instrumental Learning. Surrey, England: Ashgate Publishing Limited.
  • Duke, R. A. (2014). Intelligent music teaching: Essays on the core principles of effective instruction. Austin, Texas: Learning and Behavior Resources.
  • Foletto, C. (2016) Instructional communication in one-to-one instrumental lessons: the use of teaching cues in violin tuition (PhD Thesis). University of Aveiro, Aveiro.
  • Forcada, C (2021). String methods and pedagogies: Assumptions, perceptions and reality. In Foletto, C; Alves, J; Queiroz, D (eds) String teaching in the 21st Century: Bridges between research and practice. Porto: Edições Politema. Disponível em: https://ria.ua.pt/handle/10773/32444
  • Mimi Zweig StringPedagogy - https://stringpedagogy.com
Clarissa Foletto

Clarissa Foletto

Clarissa Foletto é investigadora, professora e performer doutorada em música no ramo do ensino instrumental (doutoramento europeu) pela Universidade de Aveiro (com período de Erasmus no Institute of Education/University College of London). Os seus interesses de investigação estão centrados em abordagens inovadoras para o ensino e aprendizagem instrumental, a comunicação entre professor e aluno, a pedagogia dos instrumentos de cordas, o envolvimento parental no ensino e na aprendizagem da música e a investigação artística. Como violinista e performer, é integrante do grupo musical Atma Kirtana onde as suas atividades incluem a escrita de canções, arranjo, performance e relações públicas.

Além disso, é integrante de comités fundadores de associações e iniciativas em Portugal, nomeadamente: (i) membro do comité fundador e membro da direção da ESTA Portugal (European String Teachers Association); (ii) membro do comité fundador da plataforma IMPAR - Initiatives, Meetings and Publications on Artistic Research; (iii) fundadora e coordenadora do Labeamus Laboratório de Ensino e Aprendizagem de Músicas da Universidade de Aveiro. Entre 2017 e 2019 Clarissa desenvolveu o projeto de pós-doutoramento "Negotiating meanings in instructional communication: a pedagogical approach to instrumental music lessons" (SFRH/BPD/120231/2016). Recentemente, foi contratada como investigadora júnior na mesma instituição no âmbito dos concursos ao Estímulo ao Emprego Científico Apoio Individual 2017 – FCT.

Olá, torne-se sócio APEM aqui para poder beneficiar de um desconto de 50% nesta formação. Caso seja sócio APEM, faça login para ter acesso ao desconto.

Informações:
apem associação portuguesa de educação musical

Praça António Baião 5B Loja
1500 – 712 Benfica - Lisboa

  21 778 06 29

  932 142 122

 Envie-nos um email


A APEM

A Associação Portuguesa de Educação Musical, APEM, é uma associação de caráter cultural e profissional, sem fins lucrativos e com estatuto de utilidade pública, que tem por objetivo o desenvolvimento e aperfeiçoamento da educação musical, quer como parte integrante da formação humana e da vida social, quer como uma componente essencial na formação musical especializada.

A APEM é filiada na ISME - Internacional Society for Music Education como INA - ISME National Affiliate

Cantar Mais

Cantar Mais – Mundos com voz é um projeto da Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM) que assenta na disponibilização de um repertório diversificado de canções (tradicionais portuguesas, de música antiga, de países de língua oficial portuguesa, de autor, do mundo, fado, cante e teatro musical/ciclo de canções) com arranjos e orquestrações originais apoiadas por recursos pedagógicos multimédia e tutoriais de formação.

Saiba mais em:
http://www.cantarmais.pt/pt

Newsletter da APEM

Caros sócios, A APEMNewsletter de outubro/novembro acaba de ser publicada e encontra-se disponível para visualização no site da APEM.
Clique na imagem em cima para ter acesso à mesma.

Apoios:

 República Portuguesa
Fundação Calouste Gulbenkian

Contactos:

apem associação portuguesa de educação musical

Praça António Baião 5B Loja
1500 – 712 Benfica - Lisboa

  21 778 06 29

  932 142 122

 Envie-nos um email


©  Associação Portuguesa de Educação Musical

©  Associação Portuguesa de Educação Musical